terça-feira, 29 de novembro de 2011

Prece ao alvorecer....recebi da minha amiga Muriel e posto pra vcs...Estel@

Prece ao alvorecer
Muriel E T Niess Pokk

Acordo muito cedo
Quando o sol está nascendo
Faço o sinal da cruz sem medo
E minhas preces vou fazendo
Agradeço por estar com vida
Pelo meu corpo poder mexer
Por ser muito amada e querida
Pela alegria de poder ver
A Deus agradeço sem relutar
Pelo canto das aves poder ouvir
Nas árvores elas ficam a gorjear
Ouvindo-as acordo a sorrir
Agradeço por saudável eu ser
Assim a todos posso abraçar
Quantos não queriam eu ser...
Poder estar no meu lugar
Peço a Deus que sempre proteja
Meus filhos de todos os perigos
Que cada um deles seja
Livre de seus inimigos
Peço por amigos e parentes
Que Deus os proteja...vou mais além
Que vivam felizes e contentes
E seus entes queridos também
Que Deus acastele nossas casas
Dê-nos força e virtude
Que aos nossos sonhos de asas
Que nos dê sempre saúde
Peço ainda cheia de fé
Que ELE cuide de nossos animais
Depois me coloco em pé
De Joelhos não estou mais.
Só aí vou tomar meu cafezinho...
Fazer minha caminhada...
Pela rua ando devagarzinho
Observando a molecada

sábado, 26 de novembro de 2011

Mimo que ganhei!



Photobucket

Recebi este selo de "destaque"
pela crônica Cenas de Um Cotidiano, 
do  grupo Cantando e Pioetizando.

Obrigada!


 Cenas de um cotidiano
                           Estel@

Toda ida tem uma volta, e voltando de uma cidade vizinha, um sol de rachar manona, peguei uma estrada vicinal de terra. Dia quente, nenhuma folha a balançar, aqueles dias de ficar morgando numa rede com uma limonada gelada, claro que só em sonho naquele dia.
Poeira vermelha a cobrir o carro, mas ar condicionado ligado, porque ninguém é de ferro, que naquele calor eu estava mais para borracha.
Até ai, tudo tranquilo, uma músiquinha gostosa, daquelas selecionadas no pen drive, e cantarolando, em ingles, frances , italiano...sozinha podia ser em qualquer idioma.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

DANÇO...DANÇO E ME ENCANTO...


Na embalo de dois pra lá e dois pra cá, eu danço
numa viagem inesquecível.
Ao som de uma suave melodia, eu sonho e danço
com o coração, braço a me segurar
e a me conduzir num rodopio de leveza e emoção.
Nesta nossa rua, com o brilho das estrelas e o testemunho da lua, dançamos até eu não saber se sou a melodia, ou se a melodia sou eu..
E sinto no seu abraço o encanto dos movimentos, dançando com suavidade, tendo sempre olhos nos olhos e cruzando o arco-iris.
E, nestes momentos de encantamento, vejo na mesma rua, o menino dançarino a me levar num compasso da harmonia a paixão e o amor
Danço, danço e me encanto!
Com movimentos lentos e seguros, fico extasiada, como se o mundo tivesse parado, só eu e você,
juntos dançando!
Oh esta rua, quantos bailados imaginários me vi só a luz da lua, como testemunha de meu encanto e magia.
Hoje nos seus braços, não sei se é fantasia ou realidade,
mas não importa....
A dança celebrou nosso amo
                                                                               
Estela@


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...